baby boy three | mala da maternidade

Já há muito tempo que não preparava uma mala de maternidade para mim, mas tenho aconselhado tantas pessoas a fazerem as suas que desta vez pensei que vamos fazer isto bem feito, sem exageros como da última vez, mas sem achar que tenho que ser minimalista porque será o último filho...
Com os manos, fiz uma mala para quinze dias mais parecia, porque com gémeos encheram-me de tanta informação que só não levei o aquecedor de biberões porque não calhou... no entanto e porque aconteceu tudo tão rápido eu estava na rua quando a tensão arterial aumentou imenso e me levou a correr para as urgências que a tal mala enorme que preparei com um mês de antecedência acabou por ficar em casa à porta, para vir ter comigo apenas 24h depois do parto pois fiquei no recobro um dia inteiro sem acesso a nada meu quase...


Desta vez lembrei-me dessa sensação de não ter nada comigo, nem o tlm tinha bateria nem dinheiro, como na altura era emigra e vivia em Moçambique só carregava o tlm quando cá vinha e calhou mesmo bem, not, não ter planeado bem o tarifário... tempos chatos esses.

Preparei esta mala há uma semana, depois mudei tudo, depois fechei-a, e voltei a trocar tudo esta 4f quando finalmente recebi uns mimos de uma tia que guarda tudo com imenso carinho para que na família não hajam bebés por vestir... e lá fui eu abrir a mala e trocar as roupas outra vez.



Vou ter este baby como os outros no Hospital São Francisco Xavier, confio no serviço, acho-o acolhedor, enfermeiras disponíveis, vista fabulosa e apesar dos sustos correu tudo bem e eles nasceram e eu vim-me embora... mission accomplished.
Com gémeos, a quantidade de mudas de roupa é um bocado exagerada e no meu caso eu fiquei 3 dias e meio no hospital, apanhei 24h de recobro, e um feriado, deixaram-me ficar e eu apesar de farta também me consegui ambientar a eles sozinha num quarto privado o que ajudou aos medos e ansiedades. Agora levo apenas 3 roupas, a primeira, a segunda e uma de saída, nos entretanto levo pijamas e bodies interiores, não sou fanática de os mudar de roupa a cada quinze minutos nem acho que seja no hospital que o tenhamos que fazer... em casa teremos todo o tempo para te embonecar meu querido. A roupa de saída é a única nova, oferecida pela avó, o resto é herdado e com imenso orgulho a começar pelos cueirinhos, lindos. Optei pelo branquinho mais simples para a primeira roupa e o que tem mais folhos e fita azul para o segundo, isto porque da outra vez reparei que as visitas vêm mais no segundo dia. O horário, graças a deus, é reduzido, não gosto de visitas na maternidade, não gosto de estar completamente fora do meu habitat, de pijama e inchada enquanto um mundo de gente me vê... uma das maravilhas do hospital público! Assim, a toillete mais chique fica para esse dia. Enquanto que a de saída é quentinha de malha que já tinha mostrado no instagram para sairmos à rua. E está decidido. Collants, botinhas e gorros não faltam, embora eu odeie collants em bebé recém-nascidos, também nunca tive um bebé de inverno, não me vou armar em esquisita.



Cada roupa no seu saquinho de pano, feito a pensar nele e nas várias opções deste tom, juntamente com o porta-documentos novinho em folha e o muda-fraldas para andar sempre connosco, com um dos tecidos que mais gosto. As bolsinhas plastificadas também são todas da lojamaisqueridadobairro com vários padrões para vários propósitos. E as fraldas e mantinha para a saída também fazem parte do conjunto que compus para o nascimento do V, como se deve. Ao escolher os mesmo tons mas não sempre o mesmo tecido faz com que o conjunto inteiro pareça mais versátil e diferente para cada produto. Tudo se conjuga, mas nada é demasiado ofuscaste. Acho o tom perfeito para o conjunto de passeio, depois mostro o conjunto de casa... fica para outro post.


A parte mais difícil é saber o que levar de produtos de higiene, já não me lembrava de metade das coisas, entre produtos para o bebé mais aqueles que temos que levar para nós, a coisa complica-se. Foi por isso que decidi pedir ajuda a quem sabe, à equipa super querida de WELL'S de Campo de Ourique, falei com a Lara, que lidera a tropa, e com a sua ajuda mais a das suas "miúdas" da loja fui super bem atendida e esclarecida. Primeiro comecei pelos produtos para mim, acrescentei ao que já tinha da Medela outros produtos como a protecção dos mamilos porque com os gémeos funcionaram lindamente e desta vez não dispenso também. Para o baby V, trouxe as fabulosas, parece, toalhas WaterWipes, mais baratas e sem químicos perfeitas para os mini babies, juntei as fraldas Libero que também dizem ser óptimas e mais em conta, chuchas Chicco porque sou fã, primeiro biberon Avent porque já tenho o aquecedor dos biberões dos manos, mais o kit de tesoura e lima etc da Avent também que não conhecia. Compressas de não tecido, compressas normais, soro em monodoses, tudo da marca Well's que já deu mais que provas que é óptima e os produtos Mustela em tamanho viagem, creme, gel duche, muda-fraldas e perfume, para usarmos nos primeiros dias e testar na pele.

No Comments Yet, Leave Yours!