pantone | bolo de bolacha


bolo de bolacha | migalha doce

embora nunca tenha sido apreciadora deste bolo, ela fazia-o ou encomendava-o sempre nos anos dos filhos, o meu pai e minha tia. era tradição. o meu pai não consegue comer este bolo sem contar esta história e eu sempre o associei a festas de aniversário, nunca tendo comido mais do que uma garfada... sou de tal maneira fã de bolacha maria que pensar que está mole ali dentro fazia-me, e faz, espécie.. no entanto, se faltasse este bolo na mesa era como faltar água, tem que haver caso alguém queira, mesmo havendo outros. e assim foi, a vida toda, sempre ali. não posso dizer que era ela sempre que o fazia, pois acho que nunca foi pasteleira, mas sendo ou não, havia. 

hoje achei que seria a melhor receita para publicar, pela semana que é, e até pela tonalidade outunal (o meu pai faz anos em maio e em moçambique era outono... coincidência?) não é propriamente alegre, nem parece um bolo que celebre a vida, mas era o que ela decidiu ser o melhor para os seus e isso não se discute. esta receita parece-me perfeita, deixo aqui o link pois acredito que a usarei em breve para recriar momentos bons... no fundo, tem café e bolacha maria... envolvidos em creme o que agora em adulta não me parece assim tão mau! 

espero que gostem, e que também se juntam à mesa com tradições vindas não sabemos porquê nem como, mas que sem elas, algo faz falta... 

No Comments Yet, Leave Yours!