instaweek | 12.15




a semana foi a dos momentos bons e das boas descobertas, em forma de fotografia.
umas chegaram para completar o nosso quadro de fotos do dia do pai, todos os anos acrecento umas e vai crescendo como eles. ele diz que não liga muito porque em pequeno também nunca ligaram, mas quando um pai recebe um presente por este dia... adoram e este não é diferente. para o meu pai apenas recuperei um momento só nosso, o dia em que eu nasci, foi o dia em que ele como pai também nasceu e isso ninguém nos tira... mais aquele colo desajeitado mas que me deu sempre e há trinta e cinco anos, mesmo quando eu lhe peço para não dar mais. 
e depois uma fotografia achada no meio de tantas outras de um abraço de quem eu quero tão bem. as cores, o sorriso, o aperto que se sente daquele abraço entre comadres e melhores amigas. teimosas como só nós, mas que no momento sabemos gozar ao máximo o ter-nos por perto. 

a week filled with good moments remembered forever through photos. four new photos for our "father's day" wall, where each year we (me and the children) add a few more to remember moments gone giving thanks to the dad we have everyday. he says we don't have to give him anything, but he sure loves remembering and having these photos. for my father i gave him our special moment, the page on my baby book which reminds us that one the day i was born, he too was born as a father and that will always be our thing... that and that award and cute grip he always had on me since day one... grip i sometimes ask him to let loose but that for some reason he can't... 
and then out of the blue a special gorgeous picture of you and me kid. best friends forever never had a better image... the strength, the hold, the smiles, the colors will always be proof of our friendship.

2 comentários:

  1. Que giro! Também tenho andado de volta das fotos ... sabe tão bem recordar ... ao vermos uma simples fotografia, as memórias que se vão diluindo trazem-nos de volta com maior nitidez o que aconteceu naquele dia, naquelas férias, com aquelas pessoas ... e é tão bom :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o melhor é mesmo enocntrar por acasoe naquele momento reviver tudo de novo. vi estas fotografias e quis falar logo sobre estes dias, se bem que com o meu pai eu era mini, mas quis falar com ele, precisei sentir que ainda ali está... já a minha querida R. levou logo com uma msg no tlf para lhe dizer que tenho saudades dela, os meus filhos levaram com histórias sobre onde e quando foram tiradas as fotos e assim saberem que nós nunca nos esquecemos de nada... ;)

      Eliminar