i'm running | week 14




hoje precisei do treino. precisei que alguém me tirasse da cama, não propriamente da cama que essa parte custa tanto, mas mesmo tanto meu deus. mas que me tirasse da energia negativa em que eu me encontro e me tenho enfiado nestes últimos dias. não quero estar sempre a pôr as culpas no cansaço, trabalho imenso é verdade mas já não passa por aí. passa sim por aprender a gerir a minha vida. não tem sido fácil aperceber-me do que me rodeia, daquilo que eu tomo como garantido, seguro e feito, afinal não é bem assim. odeio esta sensação de estar perdida, de não saber como fazer, o que fazer e de me aperceber que sou ignorante numa matéria que me devia ser exigida por mim mesma de saber tudo tim tim por tim tim. mas ultimamente tem sido tão difícil gerir isso.
por isso hoje precisei do treino... precisei tanto do treino que ontem à noite quando o Pedro me confirmou a hora do mesmo, lhe pedi "se ainda não planeaste o treino, por favor inclui uns murros... estou para bater em alguém!" a resposta veio logo hoje pelas 8 da manhã, um treino pensado em mim, um treino cheio de murros, muita concentração, muito gasto de calorias e muita adrenalina. um treino com direito a um momento mais emotivo, uma lágrima até, um treino com uma conversa pelo meio, um respeito mútuo por tudo o que alguém pode acumular dentro de si mesma. hoje precisei do treino.
estes treinos já vão sendo habituais tanto para mim, como para o meu marido como para os meus filhos que agora já acordam aos sábado comigo no terraço a treinar quando não há tempo para corrida. fazem parte da minha rotina, e são sem dúvida uma maneira mais económica de ir a um psicólogo, há muito de terapêutico nisto e eu preciso tanto disto. não o faço sozinha, a companhia, as dicas, os ensinamentos, o programa de exercício tem mesmo que ser dado por outro, por mais que eu tente, e como ir ao médico, se ele um dia me disser "cure-se sozinha" eu fico logo em pânico e sou capaz de desenvolver a doença mais ridícula do mundo mas fico logo de cama... por isso para mim não há cá "vou ali correr e já venho" porque será sempre "o pedro disse para irmos correr ali. já venho" passa por isto. a necessidade de depender de alguém é gigante na minha vida... e talvez só por isto, eu preciso mesmo do treino.
não há pior sensação que aos 34 anos nos apercebermos que somos super frágeis, tão distraídos e um pouco dependentes... e eu que sempre me considerei tão cheia de vontade e capacidades de fazer tudo... depois entra a confiança cega, o deixar estar porque levam a mal, o medo de acharem que eu não estou confortável, a insegurança, o coração... e cai o carmo e a trindade. cai de tal maneira que por agora a única solução é escrever um sms a pedir ajuda  "se ainda não planeaste o treino, por favor inclui uns murros..."
o resto... o resto vai ficar resolvido... até outro dia quando eu me aperceber que não resolvi nada porque... o porquê já sei, mas preciso aprender rapidamente.
hoje precisei do treino...

(post escrito 20 minutos depois do treino de sábado... estou melhor hoje...)

2 comentários:

  1. Gostei de ler estas palavras. Senti-as como minhas. Gosto sempre de passar por cá! Muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Gina. Volte sempre e espero que todas as palavras aqui sejam boas ;)

      Eliminar