cores _ burgundy wine


1|2|3|4|5|6|7|8|9|10

vinho... não bebo, não o sei apreciar muito bem e a menos que me arranhe a garganta eu não vou diferenciar um bom de um menos bom, mas a cor, essa amo de paixão. há algo de muito quente nela, lembra-me o frio a chegar e o quentinho da imagem de um sofá, uma manta e um copo de vinho... mesmo não o bebendo dou-lhe todo o valor como elemento essencial para um momento bom da vida. 
como sempre as cores não ficam sempre só bem na roupa ou no produto original em que nasceram, há tanto por onde variar e eu sou apaixonada por objectos e pormenores, acho que já deu para perceber... 
tenho uma parede (outra, a do nosso quarto) que puxa muito este tom, como bate bastante o sol na parede parece mais roxo escuro, mas no fundo o objectivo era este, cor vinho... acompanha lindamente com bejes, rosa velho e ilustrações|prints da twiggs! ;)

the architect in me | praça de lisboa


hoje não há texto original para colocar aqui, mas há sim a minha opinião sobre este novo espaço no Porto. sou arquitectónicamente apaixonada pelo Porto e mais uma vez não ficou nada aquém das minhas espectativas, menos o facto de estar mal aproveitado e de não se poder subir à cobertura que dará à nova praça um olhar, sentir completamente diferente do que está neste momento. não percebi se está por acabar ou se algo não correu como planeado, mas ficou a vontade de voltar e estar ali com todo o tempo do mundo, principalmente num dia destes, com um sol cheio. que refrescante que é ver na escola do porto linhas na diagonal e não pouco siza.

instaweek 040


preparativos para uma mega festa . um presente que me fica tão bem . uma mala para duas noites . uma amiga que se desfez por coelhinhos . eu e ele . a casa que foi quase nossa... no porto

meeting for a gorgeous partu . a gift that suits me perfectly . a friend who outdid herself for bunnies . you and me . the house that could've been... in porto

this weekend...

i'll be away with my man... please...


cores | emerald green



1|2|3|4|5|6|7|8|9|10

verde... por motivos de paixoneta infantil sou do benfica, mas gosto de verde, da cor digo. especialmente deste tom, esmeralda. nunca o uso, não o sei usar, não o sei conjugar, e tenho a ligeira impressão que eu, do tamanho que sou, parecia mais uma decoração natalícia que alguém minimamente fashionable. tenho pouco jeito para me cobrir de tamanho tom, mas que gosto dele gosto, mesmo. tenho uma parede verde assim aqui em casa... tivemos coragem e lá fomos nós, fica bem com tudo, no inverno, no verão, com o saco gigante do correio que encontrámos perdido num passeio em milão, cabides pontuais brancos e os desenhos deles espalhados a compor a decoração. entre objectos, roupa, acessórios e brinquedos esta cor funciona. e funciona tão bem. 

the architect in me | plaza can ribas



"...a revitalização de um bairro e a preservação de elementos do património industrial são os objectivos deste projecto urbano que está a ser realizado no distrito de La Soledat de Palma, em Maiorca. O projecto será desenvolvido em fases. Depois de ter ganho o primeiro prémio no concurso de ideias em 2005, que consiste na organização geral do complexo industrial, os espaços públicos e a praça de Can Ribas, a consolidação e reabilitação do património industrial e as futuras habitações sociais..." (parte do texto original...)

"...a neighborhood revitalization and preservation of industrial heritage elements are the goals for this urban project that is being conducted in the district of La Soledat Palma, in Maiorca. the project will be developed in phases. having won the first prize in the idea contest in 2005, which is the general organization of the industrial complex, public spaces and plaza Can Ribas, consolidation and rehabilitation of industrial heritage and future housing..."

instaweek 039

miúdos que não querem dormir e preferem fazer serão com a mãe, ou tia, um sábado longo com direito a bolinho no fim, um pézinho que mereceu um laço de tão fofo, idas a lojas lindas de morrer para... miúdas e uma surpresa giríssima e que trás grandes memórias no fundo de uma caixa. e a mochila? é linda, da casa pelys.

kids who rather stay up late with their mm or their aunt, a long saturday with a sweet treat at the end, a cute foot with a bow, visits to gorgeous shops for... girls and a funny surprise that brings back memories in a box. and the backpack, gorgeous from casa pelys

at work with | namban

. onde vivem? de onde são? como foram para aí parar? | where do you live, came from and got here?
a Ana de Lisboa, o Filipe do Entroncamento. cruzámo-nos em Telheiras... depois de algumas voltas | Ana is from Lisbon, Filipe from Entroncamento, we crossed paths in Telheiras after a few turns...



. onde fica o vosso atelier? | where is your studio located? 
fica numa antiga padaria, entre Santos e o Bairro Alto, hoje é a Oficina Colectiva. vamos de metro até à Baixa-Chiado e depois a pé em modo passeio. | it's located in an old bakery, between Santos and Bairro Alto, today it's the Oficina Colectiva. we take the metro 'til Baixa-Chiado and then we walk down the street.



. o que vêem da janela do vosso atelier? | what do you see from your studio window?
o eléctrico 28 a passar, azulejos e as pessoas do bairro. | tram number 28, tiles and people from the neighborhood

. tomam café de manhã? como é o vosso café? | do you take coffee in the morning? how is it?
café curto, com 1/3 do pacote de açúcar. | short, with 1/3 of a sugar pack.

. têm algum ritual antes de começarem a trabalhar? | do you have any rituals before you start your work day?
comer um bolinho e ver o que se passa com o resto do mundo. | eat a pastry and watch what's going on in the world.



. como aprenderam a fazer o que fazem? | how did you learn how to do what you do?
com muitos erros até acertarmos! | with lots of mistakes 'til we got it right!

. o que é a NAMBAN? | what is NAMBAN?
é uma mistura da luz e cor de Lisboa com as sombras do Japão. é uma marca de estacionário que acabou de lançar a sua 1ª colecção de cadernos feitos à mão. | it's a mixture of light and colours from Lisbon with Japanese shadows. it's a brand that just launched it's first colection of handmade notebooks.



where to eat | osteria

como já alguns sabem, cá em vive um italiano de gema, milanês para sermos precisos, porque este pormenor no que se trata de comida tem muito que se lhe diga. por termos um italiano vero, e dois mini luso-italianos, não temos por hábito comer comida italiana... fora de casa. a menos que amigos se aventurem na coisa, normalmente a comida italiana é reservada para o dia-a-dia e para ocasiões especiais cá em casa com família e amigos.
por isto é que ir jantar a um restaurante italiano para nós é impensável, pizzas consideramos até porque somos os quatro fãs incondicionais, mas comida italiana no geral é caseira... se quisermos mesmo muito jantar fora italiano, mais facilmente nos metemos num avião e vamos aos nonni jantar!
foi com alguma estranheza e dificuldade (já que está sempre cheio) que fomos ao Osteria. tinha recebido críticas muito, mesmo muito positivas sobre esta espécie de tasca italiana... ao fundo da nossa rua... sim, aqui ao lado, parecia mentira, é quase como ir aos sogros, é quase como ir a casa de alguém.
a Osteria é mesmo isso, é comer em casa de alguém conhecido que no entanto é um estranho, é "una cucina di amici", a Chiara é uma autêntica amiga, fala connosco e abre-nos a porta como se fossemos primos ou amigos. é quase impossível recusar qualquer prato, não porque têm ar apetitoso, que o têm, mas não os vemos, mas porque quando se entra apetece descalçar, cruzar as pernas, ficar à conversa e comer à medida que a comida vai chegando, sem pressas e sem manias.
com um atendimento muito amigável, o que para mim é bom mas pode ser uma chatice, gosto pouco que nos "chateiem" enquanto comemos, aqui basta pouco para que o atendimento constante passe a conversa, e claro, um italiano à mesa é sempre razão para grandes conversas. nós os 4 adoramos. os miúdos comeram lindamente como se da comida da nonna se tratasse, eu engoli tudo com medo de partilhar, ele matou saudades de casa. bruschette com bom alho e tomate fresquíssimo, zucchine recheadas, lasagne leve como o ar, mas deliciosa como só a bella italia sabe conceber, polpette que fazem as delícias dos miúdos de tão macias e saborosas, sobremesas nem vos falo que nem fotografia consegui tirar de tão hipnotizada estava... enfim... um jantar BUONISSIMO. um espaço que convida. uma anfitriã que sorri porque gosta do que faz e serve aos seus amigos e vizinhos, comida que faz bem à alma e a distância de um passeio a quatro pelas ruas da madragoa.




osteria . rua das madres 52-54 . madragoa . 213960584 . 

instaweek 038


semana intensa de um aniversário muito especial, o melhor do mundo mesmo, miúdos trapadores e cavaleiros, o sr. zé em acção, não fosse ele o que nos dá o lanche na lapa, o último momento de sandálias e o primeiro sábado quentinhos em casa!

intense week with the best birthday in the world, climbing and riding horse kids, mr. zé in action with our homemade deserts, my last moment in sandals and our first cosy saturday at home. 

what i saw | namban

nunca descubro nada por acaso, as coisas é certo vêm ter comigo, mas vêm através de alguém que me conhece, alguém que sabe o que procuro ou porque o meu olho só pára no que realmente me diz qualquer coisa. e se for do mundo dos artigos de papelaria ainda melhor. sou apaixonada por cadernos, nunca são demais mesmo ficando em branco, o que é raro por aqui, é quase como ter livros novos de escola que têm um cheiro característico, para mim, cadernos em branco têm muito mais. têm tudo, não tendo absolutamente nada, sei que irão guardar milhares de coisas minhas. mas eu não escolho cadernos quaisquer, têm que ser únicos, já tive muitos simples, mas de alguma forma únicos. estes não são excepção... estes são únicos, no seu design, propósito e produção, com origens japonesas, são 100% portugueses. se bem que o nome, NAMBAN possa vir de algo mais rústico, bárbaro e um pouco depreciativo, eles são sem sombra dúvida do mais delicado que possa haver, feito com delicadeza e simplicidade, com tanto de precisão e utilidade, juntam num mesmo simples caderno toda uma arte impossível de não reparar.
conheço a Ana e o Filipe há pouco menos de dois anos, uns queridos, jovens e apaixonados pelo que fazem, conheci-os através do italiano cá de casa que um dia, arrumou o escritório caseiro e mudou-se para um criativo mundo novo, no fundo da rua. é numa oficina que tudo acontece, onde várias cabeças de mundos diferentes se juntam e... criam. a NAMBAN nasceu ali mesmo, no meio de tanta criatividade (começo com os cadernos mas com calma vou dar-vos a conhecer todos os produtos dali nascido, valem mesmo a pena) e tem sido um sucesso, já tenho vários entre presentes, mimos e vontades, ando aqui com uma colecção bem gira e tão diferente.
aconselho a todos a passarem na Oficina Criativa e espreitar, entrar, conversar, contratar e comprar o que de bom se faz por ali. há de tudo um pouco e eu embora suspeita, sou fã acima de tudo. já prometi tiramisus por ali algumas vezes, porque merecem!







have a great week | monday



cores | snow white


1|2|3|4|5|6|7|8|9|10

não sou fashion em nada, mas no verão uso muito branco e no entanto quando entramos no outono eu fico sempre com vontade de ter coisas brancas por perto. lençóis, mantas, almofadas, leite quente, chávenas branquinhas, candeeiros, tudo. adoro o branco pela casa e mesmo na bélgica onde se passa frio o ano todo tinhamos a casa cheia de objectos brancos a começar pelo sofá se bem que mini, era branco. acho que tenho as paredes quase todas da casa nuas porque gosto delas mesmo branquinhas, qual casca de ovo, odeio tons falsos de creme, gosto de branco. o iphone, branco, a capa to-be branca, a agenda branca (este ano), roupa interior confesso que vario pouco, adoro o branco. se tivesse um telefone fixo dos antigos era branco de certeza. lembra o frio, mas tem algo de muito acolhedor. 

i'm not fashionable at all, not sure if it's right or not but i wear lots of white during the summer, i happen to think it looks good on almost anyone who's seen the sun. but i also think a lot about white when winter's just around the corner, confy white beds, quilts and throw pillows on a white sofa, warm milk on a white gorgeous ceramic cup, lamp shades with warm light. even in belgium, where it's cold all year around we had a house full of white things, specially our couch, though much smaller than this children fort we have now. we keep our white walls clean, empty and white, white iphone and white cover, white notebook, underwear and if i had an antique phone in our house, it'd be white. 


the architect in me | casa das artes



future architecture thinking . casa das artes . mirando do corvo . portugal 

"...mas é a cor, claro, a sua característica mais marcante: uma expensão infinita de vermelho vibrante, em contraste com os castanhos e verdes do seu contexto urbano e natural, mantendo o seu estatuto de "marco icónico" como pretendido pelos arquitectos..." 

"...but it's the color, of course, that remains its most striking feature: an endless expanse of vibrant red, standing in stark contrast to the browns and greens of both its urban and natural context, ensuring its stature as the "iconic landmark" its architecture intended..." (part of the original text)

instaweek 037


um presente . pequeno-almoço de hotel . uma venda gigante . uma amiga

have a great week | monday



segunda-feira depois de 8 dias seguidos de trabalho, entre os quais um fim-de-semana inteiro, e duas vendas mega... eu só me mexo caso haja algo com açucar à minha espera! ...please...

monday after 8 working days in a row, including satrudays and two sundays, and two amazing markets... i'll move only if it involves sugar!... please...

let's | afonso . 2 anos








let's | afonso.2 anos | dias de uma princesa | fotos by mariana sabido

o afonso adora o panda, mas o que ele gosta mais é das cores, as cores do bairro, as cores que lhe fazem companhia, verde, encarnado, azul, amarelo, verde, ele reconhece-as logo à distância. recebemos o pedido de uma princesa para o seu mais-que-tudo-dois e nós nem hesitamos. a let's hesita pouco!! ;) mas esta princesa tem um coração de tal forma grande e amigo que nos conquistou e nós aceitámos o desafio especial de criar a nossa primeira pinhata! uma pinhata que deu muito que falar, linda, colorida, cheia de doces bons, que para nós é a pior parte... não ficámos com nenhum, ggrrr! e que gulosa que nós as duas somos, meu deus! ai ai...

soubémos que o Afonso adorou o seu momento de festa, o seu bolo lindo, lindo e que percebeu muito bem que já é crescido, cheio de energia, um vocabulário de gente grande e uma mãe, mano, avó, amigos que o adoram! que bom que é participar destes momentos com os mais pequeninos e os adultos que cuidam, sonham, sorriem, sofrem com eles todos os dias, mas que acima de tudo vivem para os ver bem. a princesa e os seus príncipes ficarão para sempre na nossa galeria de fotos lindas, da nossa querida mariana, que tem sempre maneira de nos enternecer com as suas fotografias, e estas não ficam atrás. há momentos que só ela sabe guardar para sempre... 

cores _ golden dreams


1|2|3|4|5|6|7|8|9|10

nesta família o mês de outubro é de festa, o marido, a sobrinha, o sobrinho, a mana, a tia e o mini-m faz também dois mesinhos de vida. não há como festejar coisas boas sem coisas brilhantes e melhor que brilhantes é ser em ouro. ponham brilho na vossa vida e celebram tudo como se fosse único! não exagerem que até ofusca, mas há coisas que só com dourado é que ficam melhor. e melhor ainda, só mesmo purpurina!!

in this family october is a party and celebrations months, husband, niece, nephew, sis, aunt and little m is two months old. celebrating without lots of shinny things is unthinkable and better yet is gold!!! light up every party with gold and as it's the only party ever! ...oh yes, and please use and abuse of glitter!

the architect in me | haus b

christine remensperger . haus b . rotenberg, germany

"...a casca da casa é toda branca. pretendeu-se traçar um cenário histórico pedido pela preservação de monumentos históricos e para iluminar o próprio edifício com um novo brilho. um único formato para as janelas com persianas abre a fachada e actua como uma moldura para as vistas desejadas das vinhas. perfis estreitos e janelas estreitas dão à casca da casa uma sensação de pele. o desenho das persianas contém detalhes históricos, criando uma ligação ao antecessor do edifício..."

"...the shell of the home is all white. it is intended to trace the historical setting demanded by perservation of historical monuments and to illuminate it in it's new glace. a single format for the windows with clean shutter elements opens up the facade and acts as frame for the desired views of the vineyards. narrow frame profiles and flush windows give the home's shell a skinlike appearance. the shutter's design contains historic ornaments, creating a connection to the building's predecessor..." (part of the original text)