what to eat | pavlova

nem sonham há quanto tempo andava para fazer isto! pavlova... foi preciso ir viver para Moçambique, conhecer uma portuguesa/moçambicana loira de olhos azuis que vivia na África do Sul, mas que ia viver para a Austrália e fazer um jantar de despedida para eu dar de caras com esta sobremesa! nunca na vida tinha imaginado tal coisa. para mim suspiros era aquele extra que nos davam no colégio em dia de festa, secos e uns mini pedregulhos .. não me sabiam por aí e além e dava sempre a alguém que gostava... até ao dia que vi naquela mesa farta, entre camarões, lagostas e peixe fresquinho, ao lado lá estava ela, branquinha, cheia de fruta acabadinha de colher das árvores do jardim. a primeira que provei, era de suspiro branco, natas e frutas muito coloridas... esta, a MINHA primeira era de suspiro de chocolate, natas e fruta de inverno, amoras e mirtilos, frutas que me fazem ir ao céu... ficou, sem modéstia nenhuma, D-I-V-I-N-A-L. a receita é tão simples que não sei porque demorei tanto a fazer... talvez porque a primeira que vi escrita dizia que tinha que estar no forno 4h!!!!! mentira! tem que estar de facto algum tempo, mas nada demais que um bolo mais elaborado não esteja. e assim, em mote de jantar de amigas, lá pus eu mãos à obra! e repito, estava maravilhosa. quero mais, muito mais e quero variar ainda mais! vou mostrando aqui se não se importam porque há coisas boas que devem ser partilhadas!

let's do this: pavlova de chocolate com natas, amoras e mirtilos
. 6 claras de ovos médios
. 300gr. de açúcar
. 3 c.s. de chocolate em pó (eu pus só uma e ficou muito clara porque tinha só isso em casa, mas para a próxima é a abusar)
. 1c.chá de vinagre balsâmico ou vinagre de vinho tinto 
. 500ml de natas para bater
. 500gr amoras e mirtilos (ou o que quiserem quanto quiserem!)
bater as claras em castelo e ir juntando, uma colher de cada vez, o açúcar  sempre a bater até´ficar luzidio e com pico! tipo suspiro! ;) juntar o chocolate em pôr e vinagre e envolver apenas. colocar num tabuleiro em papel vegetal para forno num círculo de 25cm de diâmetro, vai ao forno que entretanto estava a aquecer, em 150º durante 1h45min (eu pus um bocado menos... uns 20 minutos menos). deixar estar no forno com a porta ligeiramente aberta e ir deixando arrefecer... quando estiver quase na hora, bater as natas em chatilly e pôr no frigorífico... compor a pavlova quando for para a mesa, e não tem nada que saber, suspiro+natas+fruta! um coulli das frutas seria perfeito para deixar escorrer... mas isso faço para a próxima!



2 comentários:

  1. Hmm que aspecto. Também nunca fiz. Deve ser mesmo muito boa.

    ResponderEliminar
  2. aproveita e força! porque vale mesmo a pena... já ando a imaginar grandes lanches ao ar livre no meio de várias pavlovas!

    ResponderEliminar